Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga o Mamute!

Itália Mamute Cultural

O que fazer em Milão: conheça 21 pontos turísticos na cidade!

10 de julho de 2020
Viagem para Milão

A cidade de Milão é uma excelente opção para começar a sua viagem pela Itália, devido não só à sua importância, como à proximidade de outras cidades igualmente importantes do país. Em termos de pontos turísticos, se comparada a outras cidades, Milão pode parecer menos interessante. Entretanto, há muita coisa boa para ser vista por lá e, para provar estes pontos, a Oficina de Inverno traz uma seleção com 21 pontos turísticos em Milão para turista nenhum botar defeito. Confira então o que fazer em Milão em uma viagem de até 3 dias com as nossas dicas!

A cidade de Milão se destaca por sua personalidade moderna, em contraste com outras cidades italianas, e a elegância de suas ruas, monumentos e símbolos. Em um ou dois dias dá para fazer bastante coisa na cidade e você pode seguir para outras cidades tão ou mais encantadoras.


O que fazer em Milão: 21 passeios na cidade

Uma das capitais da moda mundial, Milão é uma cidade que tem muito a oferecer, conforme dissemos na introdução deste post. A partir de agora você confere a nossa seleção de 21 coisas para fazer em Milão. Vamos lá então?

1. Duomo de Milão

Vídeo produzido e publicado pelo canal Andrea Bocelli, no YouTube. O vídeo mostra uma apresentação do cantor Andrea Boccelli na Catedral de Milão

Começamos esta lista por um ponto bastante simbólico de Milão: o Duomo (ou Catedral) de Milão. O local foi construído ao longo de quase seis séculos (de 1396 a 1965), o que é um fato bastante curioso sobre a edificação. É uma das maiores catedrais católicas do mundo, tanto em espaço quanto capacidade: o espaço comporta a visita de milhares de pessoas, mais especificamente 40.000 pessoas! Um dos destaques na visita e que certamente não pode faltar no seu passeio por lá é a subida até o telhado da catedral para desfrutar da bela e privilegiada vista de Milão, além de ver as esculturas que ficam ali de pertinho.

Site: https://www.duomomilano.it/

2. Palácio Real

Vídeo da mostra Carlo Carrà, realizada no Palácio Real – material publicado no canal civitacomunicazione

Localizado na Praça do Duomo, o Palácio Real é outro ponto turístico importante de Milão. Hoje importante centro cultural da cidade italiana, com a realização de exposições e outros eventos culturais, o “Palazzo Reale” foi por muito tempo ligado à realeza, como acontece com outros palácios mundo afora. Até mesmo Napoleão Bonaparte viveu ali. Vale a pena visitar!

Site: https://www.palazzorealemilano.it/en

3. Igreja de Santa Maria delle Grazie e A Última Ceia

Vídeo publicado no canal Renzo Manganotti, no YouTube

Esta igreja abriga uma das pinturas mais famosas e importantes da história: A Última Ceia. Uma das obras primas de Leonardo da Vinci, o afresco foi feito especial para a Igreja de Santa Maria delle Grazie. A pintura foi encomendada pelo então duque de Milão Ludovico Sforza. É, certamente, o ponto alto da visita ao local, mas isso não retira a importância da igreja, declarada patrimônio mundial pela UNESCO.

Site: http://legraziemilano.it/

4. Teatro alla Scala

No rol das mais importantes casas de ópera do mundo, o Teatro alla Scala é outro importante ponto da cidade de Milão. A grandiosidade do prédio não fica muito evidente se visto de fora, mas basta entrar no espaço para perceber que uma possível primeira impressão de ser algo simples certamente é errada. Para quem curte, vale a pena conferir um dos espetáculos por lá, além do museu do Teatro Scala.

Site: http://www.teatroallascala.org/it/index.html

5. Pinacoteca de Brera

Vídeo publicado pelo canal Pinacoteca di Brera, no YouTube

Quando se fala em pontos turísticos ligados à parte cultural em Milão, a Pinacoteca de Brera certamente é um destaque. O museu abriga uma das mais importantes coleções de arte italiana. A Pinacoteca fica no Palácio de Brera (antigo convento jesuíta), um complexo que reúne ainda outras instituições culturais, como a Biblioteca Braidense e a Academia de Belas Artes, além do Jardim Botânico de Milão. Imperdível!

Site: https://pinacotecabrera.org/en/

6. Galeria Vittorio Emanuele II

Vídeo publicado pelo canal GoEuropa, no YouTube

Outro cartão-postal da cidade de Milão, a Galeria Vittorio Emanuele II é um importante ponto da cidade. O espaço reúne muito daquilo que a simboliza, como restaurantes históricos e lojas de grife. Além disso, o prédio é um capítulo à parte, com seus vitrais no teto. A galeria liga a praça do Duomo à praça della Scala. Não deixe uma visita à galeria de fora do seu roteiro!

7. Palácio Litta

Sede do teatro Litta, o “Palazzo Litta” é um prédio construído entre os séculos XVII e XVIII na cidade de Milão, em frente à Igreja de San Maurizio al Monastero Maggiore. O prédio é exemplar do estilo barroco lombardo.

8. Planetário de Milão

Criado por Ulrico Hoepli e doado para a cidade de Milão após ser inaugurado, o Planetário de Milão é um espaço de divulgação científica de grande relevância para a cidade. É parte do pólo de museus científicos de Milão.

Site: https://lofficina.eu/

9. Galeria de Arte Moderna

Com um acervo que compreende obras de diversas épocas e estilos, a Galleria d’Arte Moderna Milano é outro museu bastante visitado da cidade. Os nomes expostos ali são internacionalmente conhecidos e aclamados pela qualidade de suas obras: de Van Gogh e Picasso a Matisse, Renoir e Cézanne, dentre muitos outros.

Site: http://www.gam-milano.com/en/home/

10. Biblioteca e Pinacoteca Ambrosiana

Batizada em homenagem a Santo Ambrósio, padroeiro de Milão, a Biblioteca e Pinacoteca Ambrosiana é um espaço que reúne livros na área da biblioteca e funciona também como galeria de arte. A biblioteca é mais antiga e a pinacoteca é criada quando o cardeal Frederico Borromeo doou sua coleção de obras de arte para a biblioteca. Ali você vai encontrar, por exemplo, obras de Da Vinci, Rafael, Caravaggio e Botticelli.

Site: https://www.ambrosiana.it/en/

11. Igreja de San Maurizio

Vídeo publicado no canal Renzo Manganotti, no YouTube

Conhecida como a Capela Sistina de Milão, a Igreja de San Maurizio é outra mostra da forte relação religiosa com a história da Itália. Começou a ser construída no início do século XVI a mando da família Bentivoglio, uma família de nobres, e passou a ser o convento das beneditinas, reunindo as mulheres das classes mais altas da sociedade daquela época em Milão. No monastério funciona o Museu Arqueológico de Milão.

Banner Checklist de Viagem Oficina de Inverno

12. Praça Gae Aulenti e Bosque Vertical

O que fazer em Milão

O que fazer em Milão: praça Gae Aulenti

Certamente um dos símbolos da área mais moderna de Milão, a Praça Gae Aulenti é também o centro desta região da cidade. Foi inaugurada em 2012 e possui uma aparência totalmente diferente das outras áreas mais antigas de Milão. É como se você chegasse em uma outra cidade! Entre os diversos prédios que circundam a praça Gae Aulenti, um ponto se destaca: é o chamado Bosque Vertical, dois edifícios cobertos de plantas. Vale a visita!

13. Passeio de barco nos canais de Navigli

O passeio de barco nos canais do bairro Navigli é outro must do em Milão. Para quem visita a cidade, é interessante conhecer a cidade por uma outra perspectiva, além de ser um passeio muito divertido de se fazer. Para fechar o tour, não deixe de curtir o aperitivo nesta região, a versão local do celebrado e querido happy hour.

14. Basílica de Santo Ambrósio

Ao falar em locais com muitos séculos de história na cidade de Milão não dá para deixar a Basílica de Santo Ambrósio, cuja finalização da construção original data do ano 387, sendo reconstruída muitos séculos depois. Além do próprio prédio, o local tem como destaque também os esqueletos dos santos Ambrósio, São Gervásio e São Protásio.

Site: http://www.basilicasantambrogio.it/

15. Castelo Sforzesco

Pontos turísticos de Milão

O que fazer em Milão: detalhe da fachada do Castelo Sforzesco, em Milão

O Castelo Sforzesco foi a residência do duque de Milão, Ludovico Sforza, e é o 15º ponto turístico que você não pode deixar de visitar na cidade. Hoje é um importante centro cultural, com seus museus, bibliotecas e galerias de arte. Além disso, ali na Praça das Armas, dentro do castelo, você vai encontrar a última das três pietàs de Michelangelo, obra inacabada devido sua morte: a Pietà Rondanini.

Site: https://www.milanocastello.it/en

16. Parque Sempione

Localizado atrás do Castelo Sforzesco, o Parque Sempione é um dos mais famosos de Milão. Vale a pena juntar a visita aos dois locais, usando o local para relaxar após bater perna no Castelo Sforzesco. Ali você vai encontrar o Arco della Pace ou Arco da Paz, outro monumento importante de Milão.

Site: https://www.comune.milano.it/aree-tematiche/verde/verde-pubblico/parchi-cittadini/parco-sempione

17. Museu Cívico de História Natural de Milão

Fundado no século XIX, o Museu de História Natural possui um rico acervo que abarca temas diversos, como paleontologia e a origem e evolução do ser humano. Pela natureza desse museu, é uma boa opção para quem está viajando para Milão com os pequenos. Eles certamente irão adorar!

18. Vigna di Leonardo

Vídeo publicado pelo canal Matilde Carminati, no YouTube

Outro local que marca a relação de Leonardo Da Vinci com a cidade de Milão é a Vigna di Leonardo. Como pagamento pela feitura d’A Última Ceia, Ludovico Sforza entregou o vinhedo a Da Vinci. O vinhedo fica situado no lado oposto ao jardim da Casa Atellani. A visita ao local conta com áudio guia.

Site: https://www.vignadileonardo.com/

19. Museo del Novecento

Vídeo publicado pelo canal museum memories, no YouTube

Inaugurado em 2010 na praça do Duomo, o Museo del Novecento está dedicado, como o nome sugere, à arte italiana produzida no século XX. Ali você encontra obras de diversos estilos artísticos e períodos. Também é possível estender o passeio curtindo a noite de Milão no bar e restaurante que funciona dentro do museu.

Site: https://www.museodelnovecento.org/it/

20. Igreja de San Lorenzo Maggiore

A mais antiga igreja de Milão foi construída com material de outras construções, como é o caso de um anfiteatro. Os destaques ficam por conta das capelas e os mosaicos.

21. Igreja de San Bernardino alle Ossa

Vídeo publicado pelo canal Italia Slow Tour, no YouTube

Para fechar a lista, um local diferente de tudo que se visita em Milão, seja o moderno ou o que é histórico. Localizada bem no centro de Milão, a Igreja de San Bernardino alle Ossa chama atenção pelas paredes cobertas de ossos humanos. Originalmente, os ossos teriam ido parar ali por causa da falta de espaço no cemitério que funcionava próximo à igreja.

Há histórias que dão conta de uma visita de Dom João V, rei de Portugal, à esta igreja, o que teria inspirado o monarca a construir um local do mesmo tipo na cidade portuguesa de Évora.


Bônus: conheça outras cidades próximas a Milão!

Para incrementar o seu roteiro na Itália, que tal aproveitar a proximidade de Milão com outras importantes cidades italianas? Abaixo, deixamos algumas sugestões para adicionar à sua viagem, além de explicar como chegar até elas a partir de Milão. Aproveite!

1. Como

Impossível não começar falando sobre Como abordando o grande destaque da cidade, que é o Lago de Como. A origem do lago remonta ao período glacial, sendo um dos lagos mais profundos da Europa. É conhecido pela beleza encantadora que atrai turistas de todo o mundo. Além disso, a cidade como um todo é bastante charmosa e vale muito a visita! O local é bastante lembrado por ser um paraíso bastante visitado por celebridades. Uma das delas é o ator George Clooney, que possui uma casa ali.

> Como chegar

Distante apenas 50 km de Milão, você pode ir facilmente de carro até Como. Você também pode pegar o trem na estação Cadorna em Milão e desembarcar na estação Como Nord Lago, que fica em frente ao lago de Como.

2. Bérgamo

Outra opção de bate e volta a partir de Milão é Bérgamo, dividida entre uma parte mais moderna, a Cidade Baixa, e outra área mais antiga e cheia de história, a Cidade Alta, cercada por muros medievais. Certamente essa veia histórica é um dos grandes atrativos para quem visita Bérgamo.

A Piazza Vecchia é um dos principais pontos da cidade, local onde ficam importantes prédios da cidade: o Palácio Novo, o Palácio da Razão e a Torre Cívica. Além disso, outros espaços que valem a visita são Basílica de Santa Maria Maggiore, a Accademia Carrara e a Praça das Recordações.

> Como chegar

A distância entre Bérgamo e Milão é de apenas 60 km, o que facilita a viagem de um dia para conhecer a cidade a partir de Milão. Você pode fazer o trajeto de carro ou trem, sendo esta última a melhor opção pela praticidade e conforto. Embarque na estação Milano Centrale (estação central).

3. Verona

Conhecida como a cidade onde Romeu conhece Julieta na célebre e trágica obra de Shakespeare, Verona é uma cidadezinha charmosa que vale a visita. Por lá, você vai encontrar a charmosa Casa de Julieta – falamos sobre ela neste post. Além disso, outros destaques são a Ponte Pietra, a Tumba de Julieta, Arena de Verona, Piazza delle Erbe, Lago de Garda e o Castelvecchio.

> Como chegar

Localizada a 165 km de Milão, para ir de uma cidade a outra a melhor forma é via trem. Embarque na estação Milano Centrale e desembarque na estação Verona Porta Nuova. Você também pode alugar um carro para ir de Milão a Verona.

4. Turim

A 142 km de distância de Milão, Turim é uma das maiores cidades da Itália. Já foi, por diversas vezes inclusive, capital do país. Os palácios do centro da cidade são grandes atrativos para a visita e é fácil conhecer os principais locais de Turim em um passeio a pé. Entretanto, você pode aproveitar a cidade muito mais. Quem está viajando no inverno e tem mais dias à disposição para esticar a viagem, pode aproveitar para conhecer os Alpes Italianos, que ficam relativamente próximos da cidade.

> Como chegar

Para chegar até Turim, você ir de carro pegando a rodovia A4 ou, como indicado nas cidades anteriores, fazer o trajeto de trem aproveitando ao máximo essa comodidade.


Saiba mais sobre a Itália!


Gostou de conhecer mais sobre Milão e as cidades próximas que valem a pena visitar? Para continuar acompanhando as nossas dicas de viagem através do Instagram. O nosso perfil é @oficinadeinverno.

* Foto da capa: Duomo de Milão

    Leave a Reply