Instagram

Siga o Mamute!

Alemanha Mamute Cultural

Roteiro de 1 dia em Dresden, cidade onde a vida cultural é intensa

22 de Fevereiro de 2019

Embora tenha se reerguido e hoje seja, mais uma vez, um símbolo de valorização da cultura na Alemanha, a cidade de Dresden testemunhou de forma intensa os horrores da Segunda Guerra Mundial. Sob as ordens de Winston Churchill, na época o primeiro-ministro inglês, a história conta que quase mil aviões sobrevoaram a cidade alemã e iniciaram o bombardeio que duraria algumas poucas horas mas deixou o rastro de destruição.

Tudo aconteceu em fevereiro de 1945 e hoje, 74 anos depois, a cidade foi reconstruída e encanta seus visitantes. O Centro Histórico de Dresden, por exemplo, é considerado um conjunto arquitetônico ímpar em toda a Europa. Esse misto de história e modernidade convivem lado a lado, já que Dresden é dividida entre a Altstadt, a “Cidade Velha”, e Neustadt, a “Cidade Nova”. As duas partes da mesma cidade são separadas pelo rio Elba.

Nesse sentido, percebemos que Dresden é uma cidade ainda desconhecida de muita gente, mas que merece ser mais visitada. E, cá entre nós, todos os mamutes viajantes também merecem presentear a si mesmos – e suas famílias e amigos – com esse roteiro imperdível. Pela proximidade com o Berlin, vale a pena fazer um bate e volta. Mas pra aproveitar bem a cidade, o ideal é que você passe pelo menos três dias. Por tudo isso, a Oficina de Inverno faz um tour pela cidade ao longo deste post. Vem com a gente?

Vídeo veiculado no canal Visit Dresden

CENTRO HISTÓRICO DE DRESDEN

Por aqui, nós adoramos conhecer a história das cidades visitadas. Então, nada melhor que começar o roteiro pelo Centro Histórico de Dresden. A Theaterplatz – Praça do Teatro – é um local muito agradável e fica em uma região repleta de pontos turísticos. Um deles é a Ópera da cidade, a Semperoper, localizada exatamente na praça. Nesse local, diversas apresentações de nomes famosos da música clássica foram realizadas, como é o caso de Wagner e Beethoven.

Perto dali fica o palácio Zwinger, que abriga museus, eventos, exposições e obras de arte. Por lá estão expostas obras famosas, como é o caso da Madona Sistina, obra do pintor renascentista Rafael. Outras atrações são o Acervo de Porcelana de Dresden, o arsenal de armas e trajes cerimonial e a galeria Semper. A seguir, sugerimos que você visite as igrejas Hofkirche e Frauenkirche, pérolas arquitetônicas que encantam. A igreja Frauenkirche, por exemplo, teve a reconstrução concluída apenas em 2005, feita pedra por pedra com recursos oriundos de doadores de todo o mundo.

Por falar em palácios, vale a pena visitar o Residenzschloss, que é o Palácio Real. Nesse palácio, há obras de Rembrandt, Dürer e Caspar David Friedrich.

Bem pertinho fica o painel Procissão dos Príncipes, que tem 100 metros de comprimento e cerca de 25 mil azulejos de porcelana Meissen. Nesse painel, é retratada a história da dinastia Witten. Nele, vemos um desfile de príncipes, reis e duques da Saxônia. O mural foi feito em comemoração aos mil anos do reinado dessa dinastia.

NEUSTADT, A “CIDADE NOVA” EM DRESDEN

Uma vez que vocÊ conheceu a região histórica de Dresden, vale a pena visitar o lado moderno da cidade, também com vida cultural intensa. No bombardeio durante a Segunda Guerra Mundial, que destruiu boa parte de Dresden, o distrito de Neustadt foi uma das poucas áreas não atingidas.

Nessa área da cidade, com toda a sua modernidade, ainda é preenchida por artistas, hoteis e restaurantes locais. Nada de grandes redes multinacionais na região, o que é bastante bacana pois proporciona uma imersão ainda maior no estilo de vida “nativo”.

Pfunds Dairy, considerada a loja mais bonita do mundo

Por lá, recomendamos a visita da Pfund’s Dairy. O local foi fundado em 1891 e é considerado pelo Guiness Book como a loja mais bonita do mundo. Toda decorada em azulejos, foi lá que o leite condensado foi produzido pela primeira vez na Alemanha. Você pode fazer compras para levar pra casa ou comer por lá – a degustação de queijos, com direito a uma taça de vinho é divina!

Outro local bacana é a travessa Kunsthofpassage, um local artístico com cinco pátios temáticos. Vale também se perder pelas ruas da cidade e apreciar a paisagem e as artes de rua, espalhadas por toda a parte.

BÔNUS: Encantos do Natal em Dresden!

Caso esteja planejando uma viagem para o final do ano, dezembro é um excelente mês para visitar Dresden! É que a cidade tem uma forte tradição natalina, muito por causa do mercado de Natal, o Striezelmarkt. A feira inicia no final de novembro e só termina na véspera de natal. Não deixe de incluí-la em seu roteiro!

É também nesse período que acontecem na cidade uma série de espetáculos, a cidade está coberta de neve e enfeitada com adereços natalinos.

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE DRESDEN

A cidade de Dresden foi fundada em 1173 é conhecida como a “Florença do Elba”, possuindo uma população de cerca de 523 mil habitantes. Dresden fica a cerca de 194 quilômetros de distância da capital alemã, Berlim.

Muito do que tornou Dresden essa cidade espetacular pode ser atribuído a um projeto, por assim dizer, do príncipe Augusto, O Forte, que ordenou a construção de diversos pontos da cidade, a exemplo do Zwinger, o Palácio Residenz e as igrejas de Frauenkirche e Hofkirche. Muitos desses pontos foram destruídos durante a guerra e não existem mais, outros foram reconstruídos.

 

 

A Alemanha é o destino do mês por aqui e há outros conteúdos sobre o país, que você pode acompanhar neste link. Tem alguma dúvida sobre destino de viagem ou o que levar na mala? Saiba que os mamutes da Oficina de Inverno estão a postos para ajudar. É só falar conosco na caixa de comentários abaixo ou nas nossas redes sociais. Estamos no Facebook e Instagram!

    Leave a Reply