Instagram

Siga o Mamute!

Dicas Úteis de Viagem Nova York

5 dicas: o que você precisa saber antes de viajar para Nova York?

30 de novembro de 2018
O que você precisa saber antes de viajar para Nova York

A Oficina de Inverno constantemente tem trazido conteúdo sobre Nova York, essa cidade que amamos! Com a aproximação do período do Natal muita gente viaja pra lá e com certeza vai achar informações úteis por aqui. Pensando nos mamutes viajantes que ainda tem dúvidas e estão ansiosos com a viagem, explicamos o que você precisa saber antes de viajar para Nova York, com cinco dicas bastante úteis.

Com tantos passeios, atrações, museus, parques e restaurantes para ver – parece infinito! – você precisa se planejar bem. Com o inverno congelante, você precisa estar MUITO preparado. E com todas as burocracias da viagem – o visto é uma delas – você vai precisar mesmo de uma mãozinha. Mas, calma: estamos aqui pra ajudar!

1. VISTO

O que você precisa saber antes de viajar para Nova York

Planeje-se para tirar o visto e conseguir a sua tão sonhada viagem! (Foto: Nicole Harrington/Unsplash)

Que a imigração americana é complicada, isso não é novidade. Já tivemos até novelas falando sobre o drama de quem tem o sonho de viver nos EUA e não consegue o visto. Mas você não precisa passar por isso!

Ouvimos muito o quanto conseguir um visto americano é difícil, mas se você tem toda a documentação requisitada e demonstra que você está viajando a passeio, ser aceito pelo departamento de imigração fica bem mais fácil!

Segundo a Embaixada e Consulado dos EUA no Brasil, o governo norte-americano emite os vistos através da Embaixada em Brasília e dos Consulados em Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

Para solicitar o visto, você vai precisar de:

  • Preencher o formulário DS-160 online (aqui). Ele é todo em inglês, mas possui tradução, basta mover o cursor sobre o símbolo de interrogação;
  • Passaporte;
  • Informação sobre vistos anteriores (caso já tenha viajado);
  • Agendar a entrevista após preenchimento do formulário neste site ou por telefone (contatos aqui);
  • Uma foto 5×5 (todos os requisitos da fotografia estão reunidos aqui);
  • Pagar a taxa de solicitação do visto (valores atualizados aqui);
  • Ir ao Consulado no dia agendado para entrevista. Na ocasião, você deve levar todos os documentos que comprovem sua ligação com o Brasil. A imigração quer se certificar de que você vai voltar para o nosso país.
    Alguns desses documentos podem ser: carteira de trabalho, declaração de imposto de renda, holerite, certidões de casamento/nascimento, extratos bancários, documentos de veículos, escrituras, declarações escolares, cartas de empregadores e passaportes e vistos de viagem anteriores.
    Segundo o site da Embaixada, “se você não trouxe documentos como os listados acima, é possível que o oficial consular peça a você para retornar com eles outro dia. Além disso, em alguns casos, o oficial consular pode solicitar documentos que não estejam mencionados na lista  para que fiquem demonstrados laços suficientes com o país”.

2. VIAGEM

O que você precisa saber antes de viajar para Nova York

Partindo de São Paulo, a viagem para Nova York é de cerca de dez horas (sem contar possíveis escalas e conexões). As companhias aéreas American Airlines, United Airlines, Delta Air Lines, Latam, e Avianca contam com voos diretos de São Paulo para Nova York.

3. HOSPEDAGEM

O que você precisa saber antes de viajar para Nova York

O que você precisa saber antes de viajar para Nova York: tem opção de hospedagem pra todos os gostos!

Ao chegar em Nova York a primeira coisa é se organizar no local onde você ficará hospedado. Sendo esta uma das maiores cidades do mundo – e que mais recebe turistas – opção de hospedagem é o que não falta.

Hotel

Se você procura o conforto de uma hospedagem em hotel, opção em Nova York é que não falta. Dos mais simples aos 5 estrelas, tem de tudo. Com uma rápida busca no Google ou por meio de sites especializados como o Booking você pode conferir as opções e pesquisar os melhores locais e preços!

Hostel

Os hostels são uma opção prática e mais em conta para quem está viajando com pouco dinheiro, mas não são para todo mundo. Quem gosta de preservar a privacidade e de um local mais calmo para descansar deve escolher outra opção. Mas se você busca contato com pessoas de outras culturas e um pouco de agitação, esse local pode ser perfeito! Algumas opções bacanas em Nova York são o Hi New York Hostelling International, Hi NYC, The Local NY e Jazz On Columbus Circle.

Airbnb

Esta é uma plataforma criada em 2008 e que tem se popularizado cada vez mais. O Airbnb consiste em um sistema onde as pessoas disponibilizam seus imóveis para aluguel, nas mais variadas cidades do mundo. Tem opção de imóvel para todo gosto e necessidade, desde camas, quartos a apartamentos, estúdios e casas. Você pode acessar pelo navegador no computador ou instalar o aplicativo, que está disponível para Android e iOS.

Casa de amigos ou parentes

Se você tem a sorte de ter parentes ou amigos vivendo em Nova York – e eles são próximos à você – hospedar-se na casa deles pode ser uma excelente opção. Isso por dois motivos: você economiza (para quem está com budget limitado é ideal) e ainda tem alguém que conhece a cidade para ajudar a desbravar todos os lugares. Só coisa boa!

4. TRANSPORTE

O que você precisa saber antes de viajar para Nova York

Jefferson Street Subway, em Nova York (Foto: Chris Barbalis/Unsplash)

Parece até estranho para nós, brasileiros, observar que a melhor forma de se locomover em Nova York é por meio do transporte público, mas é verdade! O metrô nova-iorquino cobre toda cidade, é muito eficiente e com baixo custo. Você pode usar o ônibus também, mas é um pouco mais demorado. Os serviços por aplicativo funcionam bem por lá e o táxi é uma opção mais cara, além de também ser mais demorado.

Além de tudo isso, uma dica vale muito: ande a pé em Nova York. Sim! Não tem coisa melhor que passar o dia batendo perna e se “perder” por lá. Permita-se.

5. DINHEIRO

Quando viajar para Nova York, é interessante levar uma quantia em espécie, trocando o real por dólar ainda no Brasil. Isso vai te livrar das taxas mais altas, já que o IOF é de apenas 0,38%. Fique atento aos limites da lei: dinheiro não declarado apenas até R$ 10 mil. Você também pode abrir uma conta no exterior e transferir o dinheiro entre as contas. No caso do Banco do Brasil, você pode fazer a solicitação aqui.

O cartão de crédito é aceito em muitos lugares, mas pode sair caro por conta do IOF (Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros). Em 2018, para compras e saques, incide uma taxa de 6,38%. Transferências de uma conta no Brasil para o exterior (mesma titularidade) tem IOF de 1,1%.

BÔNUS #1: VEJA OUTROS CONTEÚDOS SOBRE NOVA YORK

Nós separamos os posts por temas e tem muita coisa sobre Nova York à disposição por aqui. O que fazer no Natal, dicas de como fazer a mala ideal, como a cidade está organizada… é muita coisa! Tudo isso está a um clique de distância. Por isso, acesse aqui.

BÔNUS #2: ACOMPANHE O NOSSO INSTAGRAM!

Clique na imagem e nos acompanhe no Instagram!

O casal Marina e Filipe Brandolim são os correspondentes da Oficina de Inverno em Nova York e estão compartilhando tudo no nosso Instagram. Acompanhe por lá (os stories ficarão salvos nos destaques!). Eles dão dicas de como se vestir para enfrentar o inverno novaiorquino e de VÁRIOS passeios legais. Não deixe de ver!

E se ainda restaram dúvidas depois de ler a nossa lista, não deixe de falar conosco nos comentários abaixo ou nas nossas redes sociais. Além do Instagram, estamos também no Facebook!

    Leave a Reply