Instagram

Siga o Mamute!

Destinos de viagem Itália

Destinos congelantes: conheça os Alpes Italianos e aventure-se!

4 de Fevereiro de 2019
Alpes Italianos

Aqui na Oficina de Inverno nós amamos destinos congelantes! Estamos sempre em busca de conhecer novos lugares e entender tudo que é preciso para aproveitar melhor esses locais. É disso que se trata nossa seção sobre Destinos de Viagem. E, neste post, falamos sobre um local muito bacana que, talvez, acabe sendo ofuscado por um vizinho famoso: os Alpes Suíços. Mas esse post é sobre os Alpes Italianos.

Você conhece? Já ouviu falar? Os Alpes Italianos são uma cordilheira localizada na Itália e compreendem uma área de cerca de 298.128 km² e 4.810 metros de altura. Os Alpes ficam na região Norte do país e compreendem as regiões de Liguria, Piemonte, Valle d’Aosta, Lombardia, Trentino-Alto Adige, Veneto (Belluno) e Friuli-Venezia Giulia.

Na região oriental da Itália, as montanhas são conhecidas como Dolomitas. Esse trecho compreende as cidades de Belluno, Bolzano, Trento, Udine e Pordenone. O ponto mais alto é a Marmolada, com 3.343 metros de altitude.

Pra ver neve na Itália, a melhor opção é pegar a estrada rumo aos Alpes! Isso porque outras regiões do país não nevam com tanta frequência. O inverno, de uma maneira geral, e os meses de janeiro e fevereiro de forma mais particular, são os períodos ideais para uma aventura congelante.

Vale lembrar que é importante sempre consultar os sites dos destinos para saber se as estações de esqui, snow parks e outros espaços estão em funcionamento. Por algum motivo, como quantidade insuficiente de neve, esses locais podem estar fechados e isso pode comprometer a organização da viagem.

Os chamados Alpes se dividem ainda entre a França, Alemanha, Áustria, Eslovênia, Liechtenstein e Mônaco.

MONTE BRANCO, NOS ALPES ITALIANOS

Monte Bianco – ou Monte Branco – é o ponto mais alto dos Alpes Italianos e bastante marcante quando o assunto é o alpinismo. Esse é o monte mais alto da Itália: são 4.810 metros de altura.

MONTE LIVATA, A 1H30 DE ROMA

Localizado em um parque bem pertinho de Roma – a 1h30 de viagem –, o Monte Livata é uma opção bastante prática para quem está na capital italiana, devido à proximidade da cidade. O local, com 1.429 metros de altitude, conta com pistas de esqui e um parque com trenós, para quem prefere não se aventurar no esqui.

CORTINA D’AMPEZZO, A 2H20 DE VENEZA

Cortina D’Ampezzo, a cerca de 2h de Veneza, é um dos mais famosos destinos nos Alpes Italianos. Situada na província de Belluno, o local é um charme só! Seus atrativos não se restringem ao esqui, mas também outras atividades como

O próprio site classifica Cortina d’Ampezzo – uma classificação bastante comum – como “Rainha das Dolomitas”. Segundo ele, “Cortina tem uma herança de natureza, turismo e glamour”.

SEGURANÇA NOS ALPES ITALIANOS

É essencial ressaltar que a neve oferece alguns riscos, tanto no trajeto quanto nos próprios parques, e que o viajante deve estar atento à essas questões.

Uma delas é que, caso você viaje de carro, deve verificar se eles possuem pneus de neve e, se possível, correntes nos pneus. Se o carro for alugado, não deixe de perguntar por esse material, o que vale também para viagens em um carro de amigos. Veja esse tipo de pneu com correntes aqui.

Gostou de conhecer mais os Alpes Italianos? Caso já conheça, compartilhe conosco, nos comentários ou no Instagram, detalhes e registros da viagem. É só marcar o nosso perfil @oficinadeinverno ou a hashtag #mamutesviajantes. Adoramos acompanhar as aventuras congelantes de vocês!

    Leave a Reply