Instagram

Siga o Mamute!

Alemanha

Guia de viagem para Munique no inverno

6 de Fevereiro de 2017
Guia de viagem para Munique

Nosso destino da semana? Sim, Munique! A terceira maior cidade da Alemanha encanta qualquer turista, ganhando inúmeros visitantes durante o ano todo. No inverno, a atmosfera é ainda mais especial. A região costuma ter dias mais frios entre dezembro e março, enquanto que os dias ensolarados são comuns entre julho e agosto. O maior atrativo, no entanto, fica por conta da cidade jovem com um magnífico encontro entre clássico e moderno, sempre transbordando arte. Prontos para conhecer melhor a região? Confira o melhor da cidade no nosso guia de viagem para Munique!

Guia de Viagem para Munique

Guia de Viagem para Munique

GUIA DE VIAGEM PARA MUNIQUE: DICAS ÚTEIS

1. Clima

Se você vai viajar para Munique no inverno, saiba que vai haver aquecedores em todo lugar fechado, o que é bom para dar uma aquecida entre uma atração e outra quando está nevando.

2. Transporte

Talvez você fique confuso quanto ao sistema de transporte público alemão porque há 4 tipos. O bom é que o ticket para pagá-lo vale em todos eles. O U-Bahn é o metrô comum. Enquanto que o S-Bahn é como um trem interurbano que vai para cidades próximas menores.  O Tram é uma espécie de bondinho sobre trilhos. E por fim os ônibus, que diferente dos nossos aqui no Brasil, sempre informam qual a próxima parada. Quanto ao passe, prefira comprar o Day Ticket, que existe em duas modalidades: 1  ou 3 dias. O passe “single” é único e só vale uma viagem. As outras duas opções são o City Tour e o QueerCityPass, mas eles são bem caros e só valem a pena se oferecerem desconto em algum lugar que você vai visitar;

3. Hospedagem

Há duas regiões que você pode ficar hospedado: próximo da Estação Central de Munique (Hauptbahnhof) ou na região do Centro Histórico de Munique. Nos hotéis próximos à Estação Central ficam a maioria dos turistas porque o acesso é mais fácil. Mas você vai pegar transporte para as atrações. As hospedagens perto do Centro Histórico ficam mais distantes da Estação, mas você pode conhecer a maioria dos pontos turísticos à pé.

Guia de Viagem para Munique

A arquitetura de Munique combina tradição e modernidade

GUIA DE VIAGEM PARA MUNIQUE: PONTOS TURÍSTICOS

1. Os museus

Munique tem mais de 80 museus, incluindo o Brandhorst com mais de mil obras que abrangem da vanguarda clássica ao pop art americano.

Não perca o Centro de Documentação de Munique para a conhecer a história da política alemã: é uma estrutura modernista de 28,2 milhões de euros, que abriu as suas portas em maio no antigo local da sede nazista. O centro narra a ascensão do partido, bem como o papel da Baviera nela detalhadamente.

Outra opção é o Museu de Ciência e Tecnologia, que abrange 100 mil objetos que mostram a evolução dessas áreas no ocidente.

2. As praças no Centro Histórico de Munique

A praça Marienplatz, cartão postal da cidade, é rodeada por importantes conjuntos arquitetônicos da Alemanha. Ela está próxima ao prédio da prefeitura “Neue Rathaus“, construído em estilo gótico. É lá que fica o famoso relógio de Munique. Ele toca diariamente as 11 horas da manhã, com bonequinhos dançantes ao som de músicas folclóricas alemães. A St. Peter’s Church é uma das igrejas mais bonitas de Munique, e você pode visitar a torre dela. O panorama é incrível.

Outra praça interessante é a Maximiliansplatz, e lá fica a Trinity Church, uma igreja em estilo barroco bavariano que, segundo a região, foi a única área do centro de Munique que não sofreu danos durante a Segunda Guerra Mundial.

Um ótimo lugar para se alimentar é a praça Viktualienmarkt, que possui várias barracas com comidas típicas e cervejas artesanais.

A Odeonsplatz é uma das praças mais importantes de Munique. Lá está localizada a igreja de Theatinerkirche St. Kajetan, cuja aparência mediterrânea e coloração amarela tornou-se um símbolo bem conhecido para a cidade e teve muita influência na arquitetura barroca do sul da Alemanha.

Guia de Viagem para Munique:

Vista aérea do Centro Histórico de Munique

3. A Loja da BMW

Você não precisa ser apaixonado por carros para visitar a loja. Ela foi construída em 2008 e tem um estilo super futurista, com os carros mais tecnológicos da marca. O legal é que a entrada é gratuita e você pode sentar em alguns modelos e sentir como é estar em um carro exclusivo de luxo. No showroom, há apresentações de habilidade com motos que vale a pena conferir. Ao lado da loja, há o museu da marca. A entrada custa 10 euros.

4. O Allianz Arena

Esse é um estádio daqueles de tirar o fôlego. A arquitetura é única e para muitos marca uma nova era de estádios de futebol. O Bayern de Munique é o dono da casa e nele realiza as pré-temporadas para as competições da FIFA. O complexo possui um parque ecológico, um museu e uma loja do FC Bayern para adquirir souveniers do famoso time europeu.

Guia de Viagem para Munique

O imponente estádio em Munique

5. As cervejarias de Munique

A Augustiner ou Augustiner-Bräu é a mais antiga de Munique e foi fundada em 1328. A fábrica é uma parada obrigatória para os turistas e para os próprios alemães, pois lá é oferecida a famosa cerveja com o melhor da culinária local. A Augustiner am Dom fica no centro histórico de Munique. Outra importante é a Hofbräuhaus que foi construída em 1589, servindo como ponto político de Adolf Hitler antes da Segunda Guerra Mundial. Além de fábrica, há um restaurante super legal com mesas coletivas e bandas folclóricas da região. A Paulaner é bastante famosa e existe desde 1634 e conta também com restaurante super aconchegante.

Guia de Viagem para Munique

A tradição cervejeira é uma das coisas mais marcantes da identidade alemã

GUIA DE VIAGEM PARA MUNIQUE: FAMÍLIA REAL

1. O Residenz é um palácio onde a família real da Baviera viveu por quase quatro séculos, considerado um dos mais bonitos da Europa. Ele possui 130 cômodos e é dividido em 3 alas: um museu (Residenzmuseum), uma sala do tesouro real (Schatzkammer) e um teatro (Cuvilliés-Theather). As visitas são guiadas e tem áudio em inglês para você acompanhar cada detalhe do palácio. Como um anexo, há o jardim Hofgarten, que é super romântico e bastante utilizado pelos moradores e turistas para piqueniques durante a primavera e verão.

2. O Castelo de Nymphenburg foi por muitos séculos a casa de verão da família real e fica dentro de Munique. Visitá-lo é sinônimo de aproveitar um belo passeio e conhecer a arquitetura clássica do barroco europeu. Esse castelo possui um dos jardins mais bonitos do continente e você pode observar tudo isso matando a fome em um dos quiosques que ficam no gramado ou passeando em volta do lago cheio de patinhos.

Guia de Viagem para Munique Castelo de Nymphenburg

O exuberante e encantador Castelo de Nymphenburg

3. O Linderhof é o menor das construções e fica afastado da cidade. No entanto, ele impressiona pela riqueza de detalhes e pelas fontes clássicas. A visita pelo castelo é guiada e você pode conferir grutas do palácio e caminhar pelos jardins.

4. Por último, há o Neuschwanstein, cuja visita é guiada e não dá para fotografar lá dentro. O castelo serviu de inspiração para a Disney, na história da Cinderela. Ele é incrível e fica localizado em uma região super fotogênica!

guia de viagem para Munique

O castelo de Neuschwanstein é um dos pontos mais desejados!

Como você percebeu, Munique é uma cidade incrível para se conhecer e viver dias repletos de história alemã. Aproveite para conhecer outras atrações e conte como foi a experiência para nós! Confira também nossos guias de viagem para Florença e Taormina, na Itália; Aarhus e Ribe, na Dinamarca; Monte Saint Michel, na França e Zurique, na Suíça.

E não esqueça de visitar nosso iglu! Lá no sites temos roupas e acessórios confortáveis para aquecer suas viagens de inverno!

Foto da capa: Bayerische Staatskanzlei, por Alain Wong/Unsplash

  • Reply
    Marcia
    22 de Abril de 2017 at 17:12

    Munique é demais, eu amo!

Leave a Reply