Cuidados com roupas de frio

Conheça tipos de blusa de lã e saiba como conservar a peça

20 de novembro de 2018
Blusa de lã

Entre as peças de inverno, a blusa de lã é uma queridinha e está presente praticamente em toda composição de look. Isso porque ela é uma das peças da segunda camada de roupas. Se quiser saber mais sobre esse conceito, clique aqui. Mas voltando ao assunto blusa de lã, muita gente fica confusa na hora de comprar por não conhecer os tipos de lã e os diversos modelos dessa peça.

Pensando nisso, a Oficina de Inverno traz esse guia onde são respondidas várias dessas dúvidas sobre os tipos de blusa de lã e a forma correta de conservar a peça.

ENTENDA COMO A LÃ FUNCIONA

A lã é um tipo de fio que pode ser natural ou sintético, dependendo da matéria-prima utilizada na sua produção. A lã natural é obtida a partir do pelo animal (seja carneiro, cabra, alpaca…) e tem o toque mais macio, além de ser reguladora térmica. Isso significa que a lã natural isola o calor no inverno e se adapta no calor do verão.

No entanto, um fator acaba gerando confusão: existe a chamada lã acrílica, que é um tipo de lã condensada produzida com componentes sintéticos. A lã acrílica imita a textura da lã natural, tem alto poder de aquecimento e um excelente custo benefício, já que tem um custo de produção menor. Ao adquirir um produto, você pode observar a composição para saber o tipo de lã que é usada na fabricação da peça.

Em geral, a blusas de lã acrílica podem ser: combinação da lã natural com o fio sintético ou apenas lã acrílica. A cacharrel Beville, por exemplo, é produzida com 100% de lã acrílica. Já a nossa blusa de tricot frente com pelos sintéticos é produzida com acrílico e poliamida. Um outro fator interessante de mencionar é a elasticidade desse fio, que faz com que as peças não fiquem “esticadas”. É preciso ter cuidado com as peças de lã, já que elas estão mais propensas à formação de pilling (as terríveis “bolinhas”).

TIPOS DE BLUSAS DE LÃ

Blusa de lã

A cacharrel – blusa com gola alta – é um dos tipos de blusa de lã

A partir da fibra – pelo do animal, por exemplo – é produzido o fio, que por sua vez é utilizado para confeccionar as roupas. Em geral, a lã – assunto desse post – é utilizada para produzir peças de tricot. Como sabemos, esse tecido é a cara do inverno e um dos mais lembrados quando o assunto é proteção contra o frio.

Além dos diversos tipos de lã, a blusa pode ser de diferentes modelos também. Na Oficina de Inverno alguns merecem destaque:

TUBETE

Blusa de lã

A tubete Texarkana da Oficina de Inverno é uma sem mangas, produzida com lã acrílica canelada, tendo como característica um fio encorpado. Essa peça é ideal para ser usada na primavera, quando o frio é ameno, combinada com um casaco mais leve. Apesar de não ter mangas, também pode ser usado em temperaturas mais baixas, desde que você utilize as camadas de roupa corretamente!

GOLA ROLÊ

Blusa de lã

A blusa gola rolê é um clássico no inverno! Isso porque além de proteger o tronco e os braços como a blusa já faz, ela apresenta uma gola quentinha que protege também o pescoço. Por isso é tão importante levar uma peça desse tipo na mala.

A blusa cacharrel Beeville é outra queridinha no quesito gola rolê. Disponível em várias cores, ela complementa o look com estilo sem por isso deixar de proteger contra o frio.

BLUSA DE MANGA LONGA

Blusa de lã

Esse é o modelo mais tradicional das blusas de lã. Com mangas compridas, ela é ideal para ser usada com casacos.

CUIDADOS COM A BLUSA DE LÃ

Por serem feitas com um tecido mais delicado, as blusas de lã demandam um cuidado extra que vai desde a lavagem ao armazenamento das peças.

O tricot pode ser facilmente deformado se lavado erroneamente. Para evitar esse tipo de problema, a Oficina de Inverno sempre indica a lavagem de peças de tricot na lavanderia. Caso opte por lavar a peça em casa, não utilize máquina de lavar e tampouco a centrifugação/secagem.

Além disso, é essencial estar atento à forma como você vai guardar a peça, dobrando com cuidado.

No caso do tricot produzido com lã acrílica, temos uma dica do Mamute pra você: a fricção (atrito + calor) é o que provoca o aparecimento do pilling (bolinhas) na maioria das vezes. Por isso, você deve notar que não só durante o uso da peça, mas também na hora de lavar que a peça pode ser danificada. Sobrecarregar a máquina ou colocar tecidos de composições muito diferentes na mesma lavagem não é recomendado. Isso pode fazer com que haja quebra das fibras e apareça o pilling.

Ainda restam dúvidas sobre a blusa de lã? É só falar conosco nos comentários ou pelo Instagram. Há sempre um Mamute a postos para te ajudar!

    Leave a Reply