Instagram

Siga o Mamute!

A Oficina de Inverno

Saga no Iglu: o que fazer quando os Correios não entregam a sua mercadoria?

12 de Fevereiro de 2015

O que fazer quando os Correios não entregam a mercadoria de uma cliente após 10 dias de atraso?

Para algumas empresas a solução poderia ser uma resposta no estilo como “Senhoooora, estamos nos sensibilizando mas o erro não é nosso“. Já para outras poderia ser um email com “Nossas sinceras desculpas pelo ocorrido. Estornaremos o valor da compra para minimizar os danos”. Para os Correios especificamente a atitude foi informar que “Você já abriu um protocolo, por favor não insista em mais ligações. Só resta aguardar o prazo de 5 dias úteis para a resposta da solicitação” (sério, essa foi a resposta deles), mas para a Oficina de Inverno… bem, a atitude a ser tomada não poderia ser diferente do que sempre nos propusemos a fazer: superar obstáculos para aquecer os nossos clientes em suas aventuras.

Tudo começou quando recebemos uma ligação da Juliane, nossa cliente viajante. Ela nos informou que o seu pedido não havia chegado – 10 dias após o prazo máximo de entrega estipulado pelos Correios (really?!) – e que ela iria viajar dentro de 3 dias para a Europa e precisava que a mercadoria chegasse a tempo – afinal, nossas mercadorias são feitas para quem vai rodar o mundo e quem viaja tem data marcada para embarque e prazo limite para fechar as malas!

A primeira tentativa burocrática foi entrar em contato com a empresa responsável. Porém, depois de algumas ligações, protocolos e nenhum sinal dos Correios de onde a mercadoria que enviamos poderia estar tivemos que partir para um Plano B (e C porque não tem Sedex10 partindo de Teresina e o Sedex convencional não seria rápido o suficiente; e D porque a TAM Cargo não realiza entrega em Petrópolis; e E porque todos os serviços óbvios eram mais caros do que o previsto) para fazer essa entrega. Tínhamos que criar uma solução economicamente viável e rapidamente eficiente para transportar a mercadoria mais quentinha do Brasil e entregar a expectativa única que o pacote continha.

Essa foi a saga da Oficina de Inverno para transformar um pacote perdido em uma entrega super especial – superando a distância do nosso Iglu (Teresina – RJ), o prazo apertadíssimo (3 dias até a viagem da Juliane) e a véspera de Natal (com feriado). Não resistimos em mostrar para vocês a mobilização no nosso Iglu para que tudo ocorresse bem – mesmo fora do previsto:

 

 

Esses são os esforços dos nossos Mamutes para cumprir a nossa missão: tornar a viagem dos nossos clientes mais fácil e aquecida.  Afinal, uma marca feita para esquentar corações, jamais te deixaria no gelo 😉
Com muito carinho da equipe mais calorosa do Brasil,
Mamutes da Oficina
  • Reply
    Maria Celia
    17 de dezembro de 2015 at 15:45

    Realmente.Comigo aconteceu parecido,Quando meu objeto não chegou no tempo estipulado pela loja, entrei em contato,PESSOAL SUPER BACANA resolveram rapidinho e ainda ganhei um cachecol de presente.Todas lojas deveriam seguir o exemplo.Seria o céu.

    • Reply
      Oficina de Inverno
      17 de dezembro de 2015 at 19:25

      Um feedback tão positivo é melhor do que um dia com neve. Obrigado, Maria Célia!
      Nossos mamutes estão por aí exatamente para descongelar os problemas dos nossos viajantes <3
      Volte sempre e aproveite o inverno!

  • Reply
    Sandra Maria Barbosa do Nascimento
    5 de Fevereiro de 2018 at 02:26

    Qual o endereço aqui em Maceió. Grata

    Sandra

    • Reply
      Mamute
      5 de Fevereiro de 2018 at 11:32

      Olá Sandra, saudações calorosas!

      A Oficina de Inverno tem iglus físicos em Fortaleza e Recife! Para os mamutes viajantes de outros estados, as nossas peças estão disponíveis no iglu virtual: http://www.oficinadeinverno.com.br/

      Tudo que oferecemos nos iglus de Fortaleza e Recife está disponível no site! Dá uma olhada e qualquer dúvida é só falar com a gente pelo chat!

      Sopros de neve!
      Mamute Redatora

Leave a Reply