Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga o Mamute!

Correspondentes Praga

Roteiro de Viagem: Praga no Inverno <3 República Tcheca

9 de Fevereiro de 2016

Nosso “Roteiro de viagem: Praga no inverno” vem recheado de informações e fotos maravilhosas dessa cidade encantadora, cheia de estilo, cultura e diversão. Além de tanta beleza, o país é inundado também por histórias. Por aqui passou o nazismo, comunismo, conflitos religiosos… E haja história para contar!

Impressões sobre a cidade

Chegamos à noite em Praga, e já no nosso trajeto para o apartamento que alugamos ficamos impressionados em quão bem cuidada a cidade é! Mesmo já esperando que a cidade fosse bonita, ela superou nossas expectativas com os prédios bem mantidos e arquitetura deslumbrante. As ruas do centro da cidade, uma região bastante turística, nos dão a impressão de que estamos dentro de um livro de história da Idade Média, com ruas de paralelepípedo e prédios medievais.

Oi em tcheco - Roteiro Praga no Inverno

Oi em tcheco – Roteiro Praga no Inverno

Encontramos nosso apartamento pelo Prague Residences, que super recomendamos! Por sorte, fomos os primeiros à nos hospedar neste apartamento recém reformado.

E dá uma olhada nesse teto original da época medieval! <3

Apartamento em Praga - Roteiro Praga no Inverno

Apartamento em Praga – Roteiro Praga no Inverno

O que fazer em Praga

Estando no centro de Praga não tem erro, tudo é muito central e é uma delícia caminhar a pé pelas ruas da cidade! Os principais pontos turísticos estão todos em uma distancia possível para caminhadas.

A Praça da Cidade Velha é o principal ponto turístico e é super importante para a cidade. Aqui estão construções de vários estilos arquitetônicos. Veja só:

Praça da Cidade Velha - Roteiro Praga no Inverno

Praça da Cidade Velha – Roteiro Praga no Inverno

-A Igreja Católica Romana de Tyn, no estilo gótico.

Curiosidade: as torres da igreja tem larguras e detalhes diferentes, para representar a figura masculina e feminina. Você consegue ver a diferença? 🙂

Igreja de Tyn - Roteiro Praga no Inverno

Igreja de Tyn – Roteiro Praga no Inverno

 

-A igreja de São Nicolau, pertencente à comunidade hussita, possui estilo Barroco e oferece para a comunidade missas e maravilhosos concertos de música clássica em quase todas as noites. A igreja é aquecida, mas mesmo assim faz frio no inverno! Vale a pena ir ao concerto!

Igreja São Nicolau - Roteiro Praga no Inverno

Igreja São Nicolau – Roteiro Praga no Inverno

Nesta praça também situa-se a estátua do reformista religioso John Huss – que foi o precursor do movimento protestante, e que foi queimado vivo pelas suas idéias proibidas para a época. Uma de suas defesas era a de que os fiéis poderiam se comunicar diretamente com Deus, sem a necessidade da mediação sacramental, o que ia contra o costume da igreja católica de cobrar pagamentos para que os fiéis fossem absolvido de seus pecados.

-Orloj – O relógio astronômico medieval

Porém, o ponto alto da praça é o famoso relógio astronômico, Orloj. É sensacional como foi possível construir, naquele tempo, um instrumento que fornecesse tanta informação como este relógio aí! Além de lindo, ele é demais mesmo!

Relógio Orloj - Roteiro Praga no Inverno

Relógio Orloj – Roteiro Praga no Inverno

Arquitetura

A arquitetura aqui é muito diversificada e criativa. No mesmo bairro encontramos o estilo Art Nouveau, gótico, medieval, barroco, e até um estilo próprio deles chamado de cubismo.

Arquitetura em Praga - Roteiro Praga no Inverno

Arquitetura em Praga – Roteiro Praga no Inverno

Arquitetura em Praga - Roteiro Praga no Inverno

Arquitetura em Praga – Roteiro Praga no Inverno

Arquitetura em Praga - Roteiro Praga no Inverno

Arquitetura em Praga – Roteiro Praga no Inverno

Arquitetura em Praga - Roteiro Praga no Inverno

Arquitetura em Praga – Roteiro Praga no Inverno

Arquitetura em Praga - Roteiro Praga no Inverno

Arquitetura em Praga – Roteiro Praga no Inverno

Andando pelas ruas da cidade, nos deparamos com o cubismo arquitetônico, conhecido por ser um estilo puramente tcheco.

Achamos super charmoso. E você?!

Cubismo em Praga - Roteiro Praga no Inverno

Cubismo em Praga – Roteiro Praga no Inverno

O Castelo de Praga

Aqui se localiza o maior castelo da Europa, que é na verdade um complexo e hoje abriga os escritórios do governo e galerias de arte (infelizmente não são abertos à visitação).

O complexo abriga a Catedral de São Vito, o Palácio Real, uma torre, um convento e a vilela ao redor.

 

Castelo de Praga - Roteiro Praga no Inverno

Catedral de São Vito - Roteiro Praga no Inverno Catedral de São Vito – Roteiro Praga no Inverno

Catedral de São Vito - Roteiro Praga no Inverno

Catedral de São Vito – Roteiro Praga no Inverno

Catedral de São Vito - Roteiro Praga no Inverno

Castelo de Praga  - Roteiro Praga no Inverno Castelo de Praga – Roteiro Praga no Inverno

Entrada do Castelo de Praga  - Roteiro Praga no Inverno

Entrada do Castelo de Praga – Roteiro Praga no Inverno


Ponte Charles

O palácio situa-se do outro lado do rio Moldova, e para ter acesso a ele existem diversas pontes. A mais importante dela é a ponte Charles, construída pelo rei Charles. Ao longo de toda a ponte, uma galeria de esculturas adorna o seu trajeto em ambos os lados.

Junto à vista espetacular, os músicos, artistas de rua e as maravilhosas esculturas, o local se torna mágico, e é impossível não se apaixonar por Praga.

 

Ponte Charles  - Roteiro Praga no Inverno

Ponte Charles – Roteiro Praga no Inverno

Ponte Charles + Chocolate delícia  - Roteiro Praga no Inverno

Ponte Charles + Chocolate delícia – Roteiro Praga no Inverno

Vista da Ponte Charles - Roteiro Praga no Inverno

Vista da Ponte Charles – Roteiro Praga no Inverno

O nazismo em Praga

O nazismo esteve muito presente na vida dos tchecos. Durante uma parte deste período, os judeus tiveram suas moradias restritas ao quarteirão judeu, região próxima ao rio e que alagava nas épocas de chuva. Além de serem obrigados a viver ali, eles tinham restrição nos horários em que poderiam estar fora de casa. Se não seguissem as regras poderiam ser assassinados, e seus bens confiscados pelo assassino.

A cidade não foi bombardeada. Por ser uma das paixões de Hitler, ele ordenou que o exército não atingisse a cidade e seus edifícios.

A bairro judeu só foi demolido e reconstruído no século XIX. Hoje esta é a região mais nobre da cidade, onde se encontram as ruas com marcas de luxo e edifícios suntuosos.

Boulangerie - Roteiro Praga no Inverno

Boulangerie – Roteiro Praga no Inverno

Sinagoga - Roteiro Praga no Inverno

Sinagoga – Roteiro Praga no Inverno

 

Bairro Judeu em Praga - Roteiro Praga no Inverno

Bairro Judeu em Praga – Roteiro Praga no Inverno

Cemitério Judeu em Praga  - Roteiro Praga no Inverno

Cemitério Judeu em Praga – Roteiro Praga no Inverno

Cemitério Judeu em Praga  - Roteiro Praga no Inverno

Cemitério Judeu em Praga – Roteiro Praga no Inverno

Curiosidade: a torre da sinagoga possui dois relógios: um com numerais romanos, e o outro com numerais hebraicos. O mais inusitado é que o relógio hebraico roda em sentido anti-horário. Segundo nossa guia local, foi ideia do próprio relojoeiro!

Curiosidades locais:

A caneta do Chile 

Os tchecos fazem muita graça dos seus presidentes, um desses motivos foi o episódio em que o então presidente Václav Klaus tenta “levar no bolso” a caneta exclusiva para assinatura de documentos oficiais no Chile. Oh-Ow!

Religião

Mesmo com tantas igrejas maravilhosas nas ruas, nos surpreendemos em saber que 75% dos tchecos não tem religião.

A fraude da comida típica

Este pãozinho doce, que é encontrado em toda a cidade como se fosse uma guloseima tradicional, é na verdade um grande golpe de marketing. Este pão é típico da Bulgária, e chegou ao país por volta dos anos 2000. Como foi sucesso de vendas, o produto começou a surgir em várias padarias e quiosques locais, e o slogan “desde 1922” foi acrescido para parecer uma tradição local.

Doce tipico  - Roteiro Praga no Inverno

Doce tipico – Roteiro Praga no Inverno

Teatros Tchecos

Além das bebidas, os tchecos são apaixonados por teatro. No teatro Nacional você encontra ingressos bem mais baratos do que os dos tradicionais programas turísticos. Segundo a nossa guia local, os praguenses costumam ir ao teatro semanalmente.

Não deixe de:

Fazer um city tour a pé guiado pela cidade. Para quem gosta de história, é o melhor passeio! Os guias são cheios de conhecimento e você quase se sente revivendo a história da época!

Existe uma porção de “walking tour” por lá, e alguns são até de graça!

 

Praga no inverno: Como se vestir no frio

Como se vestir no frio  - Roteiro Praga no Invernoo

Como se vestir no frio – Roteiro Praga no Inverno

Nossa viagem foi no comecinho de fevereiro, e estava fazendo entre 5 e -2 graus Celsius. Perdemos os dias de neve por 2 dias, mas pegamos um pouco de chuva.

A temperatura estava baixa, mas como mamutes bem protegidos que somos, não sentimos frio algum. Nossa dica principal sobre como se vestir para o inverno em Praga é usar a calça e blusa super térmica sempre (foi imprescindível), uma calça e uma blusa quentinha, um ótimo casaco e acessórios poderosos!

Sem esquecer das luvas (dependendo da temperatura uso 2 camadas de luvas, a térmica e a super Storm por cima, ou a de couro sozinha – funcionou super bem!), cachecol, gorro que proteja as orelhas (ou faixa térmica, ou fone protetor), palmilhas de lã e meias quentinhas para os pés (nada de algodão galera!).

 

 

 

  • Reply
    Patrícia
    5 de agosto de 2016 at 19:00

    Oi, vou agora em setembro de erasmus para a Republica Checa, será que me podiam dar dicas de o que calçar lá, pois vou passar lá o inverno todo e não sei o que levar para calçar que seja confortavel e ao mesmo tempo estiloso eheh 🙂

    • Reply
      Oficina de Inverno
      5 de agosto de 2016 at 19:56

      Olá Patrícia,
      Saudações geladas!
      Que legal!! Vc vai adorar essa experiência!
      Para looks estilosos e quentinhos, uma ótima opção é a bota over-the knee. Temos este modelo no nosso iglu – que é muito bacana pq pode ser usada como over-the-knee, ou como bota cano longo abaixo do joelho, se vc dobrar a parte de cima! Tem esse post aqui com dicas de como usar a bota OTK.
      Ela é bastante confortável, e para o inverno europeu, sugiro fortemente nossas meias e palmilhas de lã. Ajudam demais no frio! 🙂
      Ps: se desejar tamanhos indisponíveis no site, me avisa que posso olhar pra vc na nossa loja física.

      Sopros de neve,
      Mamute Mariá

  • Reply
    Daniela Campelo
    28 de agosto de 2016 at 00:39

    Olá! Essa é minha primeira visita ao site e o primeiro post que leio. Parabéns, gostei muito.
    Já que vocês são especialistas em inverno, gostaria de saber o que pensam das saias longas de lã e outros tecidos quentes.
    Tenho peninha de só usar calças em lugares frios e gosto muito de saias longas… É possível?
    Vou a Praga pela segunda vez esse ano em dezembro.
    Abraços,
    Daniela

    • Reply
      Oficina de Inverno
      29 de agosto de 2016 at 15:32

      Olá Daniela, Saudações geladas!
      As saias ficam lindas no inverno. Você pode usar perfeitamente tanto as longas, como as saias curtas e midis!
      Vc só precisa usar uma calça térmica, ou calça térmica + meia calça por baixo da saia, já que o frio entra com maior facilidade pela abertura da saia.

      Que cool que gostou do nosso site, ficamos congelantemente contentes 🙂
      Estaremos por aqui sempre que precisar.

      Abraços Calorosos,
      Mamute Mariá

    • Reply
      Oficina de Inverno
      6 de setembro de 2016 at 00:14

      Oi Dani,
      Publicamos um post especial pra vc com dicas de como usar saia longa no inverno.
      Conta pra gente o que achou 🙂
      Bjos de neve,

  • Reply
    Top 10: Cidades para visitar nas férias de inverno – Blog Oficina de Inverno
    31 de outubro de 2016 at 18:08

    […] de atividades culturais, que você pode acompanhar nos relatos da nossa mamute correspondente aqui. As pistas de patinação no gelo entretêm os visitantes e moradores, enquanto o mercado de Natal […]

Leave a Reply