Instagram

Siga o Mamute!

Correspondentes Sul do Brasil

Quer conhecer Gramado? Veja dicas e prepare-se para a viagem!

4 de Março de 2019
Gramado

​Para quem opta por ficar no Brasil durante as férias, por exemplo, saiba quem há destinos de frio por aqui também e Gramado é um deles! A Mamute Laysa Sobrinho visitou a cidade e nos conta vários detalhes dessa experiência em mais uma entrevista para a nossa seção “Correspondentes”. Conheça mais sobre o estilo e os pontos turísticos de Gramado!

Oficina de Inverno: Nos conte um pouquinho sobre Gramado: você já tinha pensado em fazer essa viagem? Estava na lista de “sonhos”?

Laysa: Sempre tive vontade de viajar para o sul do Brasil, daí veio uma oportunidade de conhecer Gramado. Nunca tinha me passado pela cabeça viajar para esse destino, mas confesso que fiquei encantada com a cidade e estou com vontade de retornar lá um dia. Recomendo muito para quem deseja conhecer um pouco da arquitetura europeia e o clima, sem falar que a cidade é incrivelmente cenográfica. Para quem gosta de tranquilidade, recomendo ir na baixa temporada em setembro/outubro. Os preços dos passeios são acessíveis e o clima nessa época é ótimo, as paisagens ficam verdes e floridas nesse período do ano.

IMPRESSÕES SOBRE GRAMADO

OI: O que você destacaria da viagem (que ficou marcado) e/ou mudou completamente sua experiência no lugar?

Laysa: A estrutura da cidade para recepcionar os turistas. A cidade é totalmente preparada para o turismo. Há muitas opções de passeios (museus, restaurantes, parques temáticos, atividades ao ar livre, fábricas de chocolate), eu teria que ir mais vezes para conhecer tudo! Dos lugares visitados recomendaria o Museu de Cera (Dreamland), Parque de Neve (Snowland) e Mundo Gelado. Este fica mais afastado da cidade, mas vale a pena ir! Possui um Ice Bar e as temperaturas no ambiente chegam a -20ºC.

Gramado

Snowland, um mundo de neve em Gramado – Foto: Snowland

CONHECENDO CIDADES VIZINHAS

OI: Você chegou a visitar outras cidades vizinhas a Gramado? Se sim, nos conte um pouco, por favor.

Laysa: Sim, através do tour no Maria Fumaça (trem a vapor) conhecemos algumas cidades da Serra Gaúcha, como Bento Gonçalves e Canela (7km de Gramado). A experiência foi ótima, pois mostra as tradições tipicamente gaúchas e remontam às gerações ascendentes. O tour é perfeito para amantes de vinhos com direito a degustação!

PREPARAÇÃO PARA A VIAGEM

OI: De viajante para viajante: o que você teria feito diferente nessa viagem, tanto em termos de planejamento/preparação como durante a estadia no lugar, para melhorar a experiência? Quais erros você não cometeria mais?

Laysa: Ouvir mais quem já viajou para o destino. Escutar experiências nos torna mais experientes antes mesmo de chegar ao destino. Uma das falhas foi esquecer de colocar na mala um item essencial, o guarda-chuva. O clima é incerto, podem ocorrer chuvas durante o dia e isso pode prejudicar os passeios. Recebi essa dica antes de viajar, porém ignorei e tivemos que adquirir um por lá. E esse foi um motivo que também tivemos que usar mais serviços de transporte por aplicativo – mesmo em trajetos curtos – para nos deslocarmos para os locais sem nos molharmos muito.

O QUE LEVAR NA MALA

OI: E na mala? O que levar para não enfrentar o frio despreparado(a)? Quais os itens indispensáveis?

Laysa: Enfrentei temperaturas de até 12ºC, não senti frio durante o dia. Tiveram dias lindos de sol, mas curti também os dias frios mesmo com chuva. O viajante tem que entender que o clima lá é volátil nessa época, pode mudar a qualquer momento, então melhor levar roupas leves para os dias mais quentes e também roupas de frio para quando as temperaturas caírem. Principalmente para usar durante a noite que é quando as temperaturas caem e os itens de frio são essenciais.

Minha mala para 4 dias foi bem enxuta. Coube tudo na mala de mão, pois não queria pagar pela bagagem (risos).

Segui as dicas da Oficina de Inverno de como se vestir no frio ameno. Não tenho sensibilidade ao frio, então levei o necessário para as camadas de proteção. Os itens levados foram: blusas de tricot manga longa e curta, blusas de poliamida, cachecol, saias, bota de cano curto, meias de lã, meia calça, calça legging de poliamida, calças de poliéster, moletom aberto, cardigan de tricot, blusão de moletom e jaqueta de couro. Levei um único cachecol para deixar o pescoço aquecido e também para dar um up no visual! Não levei nenhuma calça jeans, optei pelas meias calças para usar com saias e também por calças de poliéster que são mais confortáveis para os passeios e também para proteger dos ventos.

Não costumo ser prática na mala de viagem, mas dessa vez acertei nos itens e não senti falta de nada! Para quem mora em regiões quentes, uma dica é deixar algumas peças quentinhas e fáceis na mala. Quando cheguei no Aeroporto de Porto Alegre estava chovendo e senti um pouco de frio, então fui ao toalete e troquei rapidinho por roupas mais quentinhas. Essa dica peguei no Blog da Oficina de Inverno!

RESTAURANTES EM GRAMADO

OI: Chegando lá, quais restaurantes valem a visita?

Laysa: Restaurantes que servem rodízios de fondues! Fomos ao Chateau dos Plátanos em uma das noites e lá serviram sequência de fondues. Primeiro serviram o fondue de chocolate servido com frutas e depois o fondue de carnes acompanhado de vários molhos, uma delícia! Não sei por que serviram primeiro o rodízio de chocolate, acredito que a ordem pode ser alterada conforme solicitado. O ambiente é muito confortável e romântico. Adoramos a experiência! Super recomendo.

OI: Quais restaurantes você diria que o(a) visitante deve passar bem longe?

Laysa: Como falei anteriormente, a cidade é muito preparada para receber os turistas, não tivemos problemas com nenhum restaurante. Tem cardápios que cabem em qualquer orçamento. Evitamos apenas frequentar todos os dias os restaurantes mais requintados para não pesar no nosso orçamento. Depois que pesquisamos muito, encontramos um restaurante no Centro por trás da Igreja Matriz São Pedro, o Restaurante e Lancheria São Pedro. Lá servem pratos executivos saborosos e com preços ótimos!

Um outro lugar maravilhoso para almoçar, jantar ou lanches rápidos é o Restaurante Aquecee, que fica localizado próximo ao Museu do Automóvel – Hollywood Dream Cars.

HOSPEDAGEM

Gramado

O lindo – e aconchegante – Hotel Cabanas Tio Müller – Foto: Reprodução/Booking

OI: Outro ponto importante que preocupa os turistas é a hospedagem. Tem boas indicações para os leitores?

Laysa: Ficamos hospedados no Hotel Cabanas Tio Müller, a estrutura é ótima, bem localizado, confortável e possui a opção de chalés super charmosos e aconchegantes! O hotel fica perto do Museu do Automóvel – Hollywood Dream Cars e fica a 2 quilômetros do Centro. Como gostamos de bater pernas, algumas vezes fomos a pé do hotel ao Centro para explorar mais a cidade.

Quem estiver procurando hotel em Gramado atenção na descrição dos serviços, procure por hotéis que servem os famosos cafés coloniais! Tipicamente europeus, os cafés coloniais possuem muita fartura e saborosas geleias para deliciar.

Gostou de conhecer mais sobre Gramado? Nós adoramos conversar com a Mamute Laysa e saber mais sobre essa experiência. Continue acompanhando os conteúdos aqui no blog e qualquer dúvida é só entrar em contato conosco via Instagram.

    Leave a Reply