Instagram

Siga o Mamute!

Destinos de viagem Esquimós de Estilo Por Temperatura

Frente fria atinge EUA e Canadá e temperatura chega a -46ºC em Chicago

30 de Janeiro de 2019
Chicago

Os Estados Unidos e Canadá estão passando por uma semana e tanto! Uma frente fria chegou a esses países, e as temperaturas chegam a recordes históricos de tão baixas. Segundo o site USA Today, a sensação térmica é de -46ºC em Chicago nesta quarta-feira (30). Já o site da CBS trouxe, em uma das manchetes, a sentença: “É oficial, Chicago está mais fria que partes do Ártico, Yukon e [o planeta] Marte”. A cidade tem registrado as temperaturas mais baixas do país.

Enquanto isso, a CNN noticiou que cerca de 75% da população norte-americana vai enfrentar temperaturas congelantes essa semana. “Escolas em Minnesota estão fechando, o governo de Illinois [estado onde fica Chicago] está alertando os residentes sobre hipotermia, e centenas de voos foram cancelados no Aeroporto de Denver. Mesmo partes dos Estados Unidos acostumadas com o clima frio estão se preparando para o pior”, informa a CNN. Já foram registradas mortes em Minnesota e Illinois.

O Rio Chicago congelou devido às baixíssimas temperaturas. Se você buscar a hashtag #chicagoweather no Instagram também poderá ver o que os moradores da cidade estão achando dessa queda brusca de temperatura. Tem até estabelecimento comercial fechando devido o frio congelante.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Only caption necessary – holy smokes…on the water.

Uma publicação compartilhada por Jon Hansen (@jonhansentv) em

Mas o que provocou essa mudança climática tão drástica?

O QUE É ESTE FENÔMENO?

O vórtex polar, fenômeno responsável pelas baixas temperaturas registradas nos EUA e Canadá, é um ciclone formado nos polos. No inverno, eles ganham força devido à diminuição dos raios solares e foi assim que chegaram nesses países. Não é um fenômeno incomum, mas tem atuado com bastante intensidade nos últimos dias.

PREVISÃO DO TEMPO EM CHICAGO E OUTRAS CIDADES

Chicago: -30ºC (mínima) e -25ºC (máxima)

Nova York: -14ºC (mínima) e 1ºC (máxima)

Minneapolis: -33ºC (mínima) e -25º (máxima)

Springfield: -22ºC (mínima) e -18ºC (máxima)

Detroit: -26ºC (mínima) e -19ºC (máxima)

Milwaukee: -29ºC (mínima) e -21ºC (máxima)

Rochester: -14ºC (mínima) e -18ºC (máxima)

Atlanta: -5ºC (mínima) e 6ºC (máxima)

CUIDADOS COM A SAÚDE

Além dos problemas de saúde, em especial respiratórios, que podem acometer as pessoas em temperaturas extremamente baixas como essas, há ainda outras preocupações, como a hipotermia – quando a temperatura normal do corpo (37ºC) desce para menos de 35ºC. A exposição ao frio intenso pode ocasionar até mesmo lesões nos capilares, que são vasos sanguíneos, podendo chegar a congelar e virar úlceras na pele. Por isso, todo cuidado é pouco!

Desse modo, o ideal é manter-se em um ambiente com aquecimento e, caso saia de casa, não deixar de usar a regra das três camadas de roupa. Nesses casos, podem ser mais camadas de roupas para aquecer totalmente, mas a regra se refere aos tipos de peças que você vai vestindo.

O que vestir

Como se vestir no inverno da Itália

No frio intenso, dê preferência a casacos doudoune, de lã italiana ou de lã uruguaia – Foto: Oficina de Inverno

Assim, vista primeiro a roupa térmica (calça e blusa) e meias; depois, uma calça pra sair, de preferência tricot com forro peluciado, e blusa de lã; por fim, vista casacos e acessórios, como gorro, protetor de orelhas, gola térmica (que protege o nariz do vento frio) e cachecol, além das botas. Para aumentar a proteção, o uso da palmilha de lã é altamente recomendado.

A jaqueta Winter Explorer da Oficina de Inverno é uma peça-chave em temperaturas congelantes. O casaco mais quentinho – que aquece no frio de até -15ºC – é também impermeável e proteção certa contra o frio. Fica a dica!

Já se imaginou em um frio assim? Ou já teve a oportunidade de estar em um local com tão baixas temperaturas? Aqui na Oficina de Inverno o frio não nos assusta. Sabemos que, com as informações e roupas certas, não dá pra entrar numa fria. Qualquer dúvida, não deixe de falar conosco nos comentários ou no Instagram!

* Foto da capa: Beth J/Unsplash

    Leave a Reply