Instagram

Siga o Mamute!

Dicas Úteis de Viagem

Como viajar gastando pouco? Veja 5 dicas para economizar na viagem

10 de Março de 2019
Como viajar gastando pouco

Como viajar gastando pouco é uma pergunta que muitas pessoas se fazem e o interesse em economizar têm inúmeras causas. Seja um budget menor ou para poder fazer mais coisas enquanto está na cidade, é fato que é sempre interessante reduzir os custos. Com estratégias práticas e relativamente simples, você pode operacionalizar isso. Nesse sentido, a Oficina de Inverno reuniu 5 dicas para ajudar os mamutes viajantes que desejam viajar gastando pouco e, ainda assim, aproveitar muito tudo o que destino tem a oferecer.

1. PLANEJAMENTO

Se a sua intenção é viajar gastando pouco – ou menos do que normalmente se gasta -, saiba que isso acontece, antes de tudo, com muito planejamento. Não adianta muita coisa chegarmos aqui como gurus do estilo de vida viajante, cheios de frases prontas ou clichês – até porque não somos isso, mas sabemos que acontece bastante. Quem busca fazer muitas e boas viagens, aproveitando o que há de bom, e ainda assim economizando, tem que planejar. E muito!

Como viajar gastando pouco

Isso envolve desde o budget para a viagem, pesquisas, roteiros de viagem estratégicos, entre outros aspectos. Alguns pontos devem ser levados em consideração ao fazer o planejamento:

– Comece a planejar com antecedência

– Escolha a data da viagem com base nas dicas do tópico 2 (abaixo).

– Quanto você vai precisar para a viagem? Faça os cálculos e comece a guardar o dinheiro necessário.

– Faça um roteiro de viagem com os pontos que você deseja visitar.

– Organize um documento ou planilha de gastos: quanto você pretende gastar por dia, quais passeios cobram a entrada, gastos com alimentação, transporte e compras.

– Busque hospedagens mais baratas e faça a reserva com antecedência.

2. USE AS MILHAS AÉREAS!

Como viajar gastando pouco

Maravilhas do mundo moderno, as milhas que você acumula nas compras com cartão de crédito podem ser uma excelente forma de economizar na viagem. Para utilizá-las, você precisa fazer o cadastro em um programa de milhas e, à medida, que vai realizando compras com o cartão, você pode transformar os pontos das faturas em milhas. O procedimento varia de acordo com o cartão. Entre em contato com a sua agência ou o site do seu banco.

Além disso, a escolha do dia da compra da passagem e o dia da viagem em si também são formas de economizar, caso você não tenha milhas à disposição por algum motivo. Viagens em alta temporada são bem mais difíceis de serem econômicas, assim como há dias e horários em que as companhias aéreas e agências de viagem fazem promoções. Se você já escolheu o destino e está apenas esperando o momento perfeito de viajar, vale a pena começar a monitorar esses aspectos. Certamente você conseguirá uma boa economia se ficar atento a esses detalhes!

3. PESQUISE PASSEIOS GRATUITOS

Como viajar gastando pouco

Não é exagero dizer que todos os destinos de viagem têm opções de passeios dos mais variados preços e os gratuitos estão inclusos aqui. Em maior ou menor grau, você encontra muita coisa pra conhecer em que não precisa gastar um centavo sequer. São parques, praças, museus e até mesmo exposições. Uma boa dose de pesquisa ajuda muito e você também pode se informar sobre opções de passeios com o hotel ou as pessoas da cidade.

4. FAÇA UM ROTEIRO DE VIAGEM ESTRATÉGICO

Antes de viajar, o ideal é que você faça uma pesquisa completa sobre o destino e colete o maior número de informações possível. Isso vai te ajudar não apenas a fazer uma viagem de forma mais independente – amamos! -, como também na elaboração do que chamamos de roteiro de viagem estratégico.

Nesse roteiro, você vai selecionar os pontos turísticos que deseja visitar e, no caso daqueles que são mais próximos em termos de localização, você vai visitar no mesmo dia, o que vai te ajudar a poupar tempo e dinheiro. No próximo tópico você vai ver como isso pode fazer a diferença.

5. CAMINHE MAIS!

Ao montar um roteiro de viagem estratégico, você deve aproveitar e visitar os pontos turísticos a pé. Isso faz toda a diferença não só na economia de gastos, mas também na experiência de viagem. Caminhando entre um ponto e outro você pode conhecer melhor a cidade, observar as pessoas e lugares, parar para tirar fotos com calma e curtir a cidade de forma desacelerada. É mais intuitivo e com certeza renderá memórias mais marcantes sobre a viagem. Afinal, esse é um projeto que você desejou muito, né?

6. USE TRANSPORTE PÚBLICO

Uma boa forma de economizar na viagem – e que de certa forma se relaciona com o tópico anterior – é o uso do transporte público.

É bom para o seu bolso, bom para o meio ambiente e para o próprio fluxo de trânsito da cidade. Já imaginou essas grandes cidades turísticas que recebem milhares ou milhões de turistas todos os anos, com um carro circulando por aí? Certamente ninguém sairia do lugar. O transporte público, seja de qual tipo for, é o meio mais inteligente de se deslocar nesses momentos, pode apostar!

7. VIAJE NA BAIXA TEMPORADA

Se a possibilidade de escolher quando tirar férias é uma realidade para você, não deixe de aproveitar essa vantagem para dar uma forcinha na economia durante a viagem! Viajar na baixa temporada de um determinado destino é uma excelente maneira de salvar uns trocados na carteira. Um ponto positivo para nós, apaixonados pelo inverno, é que a estação é exatamente a época de baixa temporada em muitos destinos.

Vários serviços registram preços mais baixos durante o período, desde o valor das passagens à hospedagem. Você só tem a ganhar!

8. DIVERSIFIQUE AS OPÇÕES DE HOSPEDAGEM

A economia é o importante e você não é muito exigente com a hospedagem? Você também busca conhecer gente nova e trocar experiências com viajantes de outros locais? O hostel é o ideal para você! E a parte que mencionamos sobre ser exigente não implica que esses locais sejam de má qualidade. Muito pelo contrário. Há hostels maravilhosos, com excelente atendimento e bastante completo no leque de serviços que oferecem. A questão é que privacidade por aqui não é o forte. Se você gosta de ficar quieto no seu canto, talvez não seja a melhor saída.

Outra forma de hospedagem barata é o couchsurfing. Barata, para dizer o mínimo, né? A plataforma permite que pessoas ofereçam hospedagem grátis para visitantes de outros lugares.

Você usa outras estratégias para economizar na viagem? Conta pra gente nos comentários ou no Instagram. O nosso perfil por lá é @oficinadeinverno.

    Leave a Reply