Instagram

Siga o Mamute!

África do Sul Mamute Cultural

As maravilhas de Cape Town, uma das capitais da África do Sul

12 de julho de 2018
Cape Town

Cape Town, ou Cidade do Cabo, é uma das três capitais da África do Sul e guarda muita coisa bacana pra ser vista, experiências de vida e um abrir de olhos para uma rota bem diferente do que, tradicionalmente, as pessoas se acostumaram a associar com o continente africano. Visitar Cape Town é sair do comodismo e se encantar com as maravilhas que a cidade oferece!

Se você curte um passeio à beira-mar ou nas montanhas, esse é o lugar! Quer ver museus? Tem também. Natureza e vida cultural intensa lado a lado em Cape Town. A cidade tem um inverno que lembra bastante o de algumas cidades do Brasil. As temperaturas variam entre 4ºC e 12ºC. O fuso horário é de 5 horas à frente do nosso.

TABLE MOUNTAIN

Table Mountain - Cape Town

A vista das montanhas faz valer a pena a trilha para subir até o topo (Foto: Oficina de Inverno)

A vista das montanhas faz valer a pena a trilha para subir até o topo (Foto: Oficina de Inverno)A famosa e imponente montanha que pode ser vista da beira-mar é um dos cartões postais de Cape Town. Sendo o inverno lá na África do Sul mais seco, como explicamos aqui, a ida até lá se torna bastante possível – e, porque não dizer, até mais interessante! A montanha, eleita uma das Sete Novas Maravilhas Naturais do Mundo, está localizada dentro do Table Mountain National Park, ao redor da Table Bay, a baía de Cape Town.

Para subir a Table Mountain, você pode escolher entre o Cableway (o teleférico em operação no local) ou pode ir a pé (a trilha de duas horas é espetacular!). Do topo, de presente, a maravilhosa vista do mar e da cidade ao redor.

Esse é um lugar magnífico! Aproveite o dia que estiver fazendo sol, porque quando está muito nublado/chuvoso o local fecha (por isso nunca deixe Table Mountain para o último dia da viagem). A Table Mountain tem opções por níveis de cansaço, digamos assim: você pode escalar (para os fortes), ir de bondinho e caminhar muito lá em cima ou ir de bondinho e aproveitar só pertinho. Todas essas opções válidas de acordo com a sua animação. Segundo a mamute Júlia Evangelista, ver todos os mirantes vale a pena, porque a vista de um não é a mesma do outro.

Ela ainda ensina outro truque: dá pra comprar o ticket online para não perder tempo na fila quando chega lá. São duas filas: uma para quem já comprou online – que é mais rápida – e outra para comprar na hora.

Jardim Botânico - Cape Town

O Jardim Botânico é um local excelente para relaxar após um dia de passeio agitado (Foto: Oficina de Inverno)

Dica do mamute: o Jardim Botânico fica pertinho da Table Mountain, então dá para fazer os dois no mesmo dia (recomendamos o Jardim Botânico após para você ir sem pressa). Lá dentro tem um restaurante muito bom mas você também pode levar delícias para fazer um lindo piquenique!

CABO DA BOA ESPERANÇA

Cape Town

À beira-mar em Cape Town (Foto: Oficina de Inverno)

Com o título de “ponto mais ao sudoeste do continente africano”, o Cabo da Esperança é conhecido pelas histórias de monstros e tempestades que ouvimos falar nas aulas sobre as “conquistas” portuguesas e a busca pelo caminho das Índias. Vasco da Gama passou por lá e o local foi batizado pelo rei português Dom João II, que antes era conhecido como Cabo das Tormentas. Não deixe de visitar as belezas naturais desse lugar!

Prepare as pernas, porque é preciso fazer um esforço (mais na subida do que na descida). São duas horas até chegar no topo. Por ser na costa e os ventos serem frequentes, a sensação térmica fica um pouco mais baixa. No entanto, logo no começo o calor chega com o esforço da caminhada, então lembre de levar uma mochila para guardar as camadas de roupa que for tirando. “Água e câmera para registrar a vista do topo são imprescindíveis”, aconselha a mamute Júlia.

STELLENBOSCH

Stellenbosch - Cape Town

Stellenbosch, uma das várias – e encantadoras – vinícolas africanas (Foto: Oficina de Inverno)

A mamute Júlia explica que Stellenbosch é a maior região produtora de vinhos na África do Sul e fica pertinho de Cape Town. Segundo ela, o que não falta são opções de vinícolas para visitar e até se hospedar. Sim, algumas vinícolas tem hotéis e pousadas dentro! Quando visitou Cape Town, Júlia e a família se hospedaram em uma vinícola que tinha mais de 100 anos. “Era um SONHO acordar com aquela paisagem”, ela conta, encantada.

Uma vinícola mais movimentada para quem vai em família é a Spier. Ela virou querida entre os turistas por ter uma variedade de restaurantes e atividades dentro dela (com diversos preços também), agradando de crianças a idosos. “Para quem vai querendo algo mais low profile, melhor optar por vinícolas menores”, complementa a mamute Júlia Evangelista.

MUSEUS

District Six Museum em Cape Town

Conhecer um pouco mais da história sul-africana no District Six Museum é outra opção turística por lá (Foto: What’s On @ D6M)

O District Six Museum relembra a história dos mais de 60 mil negros que foram expulsos desse bairro e tiveram suas casas demolidas, transformando a área em um bairro de brancos. Com um material multimídia, você pode entrar em contato com a realidade da época e conhecer um pouco dessa parte triste da história de Cape Town. Os ingressos podem ser adquiridos online, aqui.

O Zeitz Museum of Contemporary Art Africa é outro museu que vale a pena conhecer por lá! Através de um trabalho de vários anos, o museu coleciona, preserva, pesquisa e exibe arte contemporânea sobre a África e a diáspora africana, que é o nome como ficou conhecido a imigração forçada dos africanos com fins escravagistas.

O Castelo da Boa Esperança, hoje um museu em Cape Town, é uma fortaleza típica da Holanda e uma das heranças da colonização holandesa. Hoje é um museu militar e sede das forças militares. O museu abriga armas, munições, uniformes e mapas, além da Coleção William Fehr, com quadros, móveis e porcelana. Do castelo é possível avistar a Table Mountain.

O TRADICIONAL BAIRRO BO-KAAP

Bo-Kaap - Cape Town

O colorido bairro de Bo-Kaap (Foto: Oficina de Inverno)

Localizado na área central de Cape Town, Bo-Kaap reúne muita história e referências e é mais um dos pontos de onde se pode ver a Table Mountain. O bairro foi declarado Patrimônio Nacional da África do Sul e as casas coloridas, comuns no local, chamam atenção, mas são apenas um dos componentes que atraem os visitantes.

A multiculturalidade que pulsa forte por ali é um prato cheio para quem anda em busca de boas histórias e conhecer a fundo outras culturas. A cultura islâmica, por exemplo, tem forte influência ali, já que o bairro foi ocupado por muitos muçulmanos, que em várias situações impuseram sua cultura. Inicialmente, foi ocupado por escravos trazidos de várias partes da África.

Se passar por lá, não deixe de visitar também o Bo-Kaap Museum.

O governo de Cape Town também fornece um guia bastante completo com vários tipos de atividades turísticas que a cidade oferece. Disponível aqui (em inglês).

O primeiro post da série sobre a África do Sul você confere aqui. Nele, falamos um pouco do país como um todo e damos algumas dicas espertas pra se virar por lá. Para acompanhar tudo que acontece nos Iglus e as novidades da Oficina de Inverno, em primeira mão, siga-nos no Facebook e Instagram. Dúvidas ou sugestões? Fale com a gente nos comentários!

  • Reply
    Joana
    19 de julho de 2018 at 16:53

    Estou querendo viajar sozinha. É seguro ir para Africa do Sul?

    • Reply
      Mamute
      30 de julho de 2018 at 16:28

      Olá Mamute, saudações geladas!

      Sua pergunta gerou um post, onde respondemos essa e outras perguntas. Confira aqui

      Espero que ajude!

      Sopros de neve,
      Mamute Ananda

Leave a Reply